Amazônia 360º News
Portal de notícias socioambientais

-publicidade-

Wilson Lima e David Almeida assinam ordem de serviço para construção do Complexo Viário Bola do Produtor

Com repasse de mais de R$ 80 milhões do Governo do Amazonas, a obra vai interligar as avenidas Autaz Mirim, Itaúba e Camapuã.

O governador Wilson Lima e o prefeito de Manaus, David Almeida, assinaram, nesta terça-feira (03/01), a ordem de serviço para a construção do Complexo Viário da Bola do Produtor. A obra será executada com recursos na ordem de R$ 82,8 milhões, dos quais, R$ 80,3 milhões foram repassados pelo Governo do Amazonas para que o município efetue a implementação do projeto.

“A gente está começando nosso segundo mandato e eu fico muito feliz de poder estar vindo à zona leste, juntamente com os meus secretários e os secretários da prefeitura, com o prefeito David Almeida, para dar ordem de serviço de uma obra tão importante. Há, aproximadamente, seis, sete meses, a gente estava aqui para assinatura do convênio e hoje, finalmente, esse sonho definitivamente começa a sair do papel”, afirmou Wilson Lima.

Na presença dos deputados estaduais Abdala Fraxe, Adjuto Afonso, Joana Darc, João Luiz e Mário César Filho, além de nove vereadores e do coordenador da Unidade Gestora de Projetos Especiais (UGPE), Marcellus Campêlo, o governador ressaltou que essa não será uma obra qualquer, mas que o projeto também teve uma preocupação com a dinâmica social e econômica da segunda maior área comercial da capital e que, portanto, a execução não tiraria a feira do local.

A obra dará mais fluidez ao trânsito nas avenidas Autaz Mirim, Itaúba e Camapuã, na confluência das zonas leste e norte de Manaus. O convênio entre o Governo do Amazonas, por meio da Unidade Gestora de Projetos Especiais (UGPE), e a Prefeitura de Manaus foi firmado em junho de 2022.

Rei Pelé, o Eterno

“Nunca um governador e um prefeito se uniram para fazer tanto por uma área dessa cidade, que é a zona norte e a zona leste. Estamos unidos pelo bem da população da cidade de Manaus. Governador Wilson Lima, a minha gratidão como gestor, como prefeito, ao seu olhar sensível, ao seu olhar amigo, bondoso, despido de egos e vaidades”, agradeceu David Almeida, anunciando que a obra será batizada de Rei Pelé, o Eterno, uma homenagem ao maior jogador de futebol de todos os tempos.

A rotatória da Feira do Produtor, conforme estudos técnicos da prefeitura, recebe uma média de 8,2 mil veículos, por dia, no horário de pico, entre 17h e 19h. O novo complexo viário vai interligar as avenidas Autaz Mirim, Itaúba e Camapuã, ajudando a prevenir grandes congestionamentos naquela área e melhorando a fluidez do tráfego de veículos nos dois sentidos.

A contrapartida do município para a execução da obra é no valor de R$ 2,5 milhões. O primeiro desembolso, de R$ 30 milhões, foi feito no final de junho e os demais serão realizados em duas parcelas – de R$ 30 milhões e R$ 20 milhões.

“Esse complexo vai facilitar demais o fluxo de veículos para nós, que trabalhamos, e para os usuários. Há muitos anos que a gente espera por isso, essa parceria foi muito importante. Queremos agradecer tanto ao prefeito quanto ao governador”, disse Ozéas Neves, 55, cobrador do transporte público e morador do bairro Monte das Oliveiras, que passa pelo local todos os dias.

Mobilidade Urbana

A obra do completo viário do Produtor está inserida em um pacote mais amplo de ações, que está transformando a mobilidade urbana de Manaus, a partir de convênios que somam investimentos de R$ 580 milhões do Estado no município, acordados em um protocolo de intenções assinado entre o governador Wilson Lima e o prefeito David Almeida em outubro de 2021, durante as comemorações do aniversário de Manaus.

Em junho passado também foram assinados dois convênios, um de R$ 52,4 milhões para o complexo viário da rua Barão do Rio Branco com a avenida Governador José Lindoso, para ajudar a desafogar o trânsito na região da avenida das Torres, e outro de R$ 9,1 milhões para o alargamento de um trecho da avenida Efigênio Sales, com a implantação de uma passarela em frente ao Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM).

Somam-se ao pacote da mobilidade urbana os convênios do Passe Livre estudantil, que tem investimentos de R$ 156 milhões, da adequação e adaptação do terminal de integração de ônibus urbano T6 para receber a nova rodoviária de Manaus, de R$ 13,7 milhões, e do Asfalta Manaus, com mais R$ 194,6 milhões, além do convênio para a implantação dos primeiros ônibus elétricos na cidade, este último sob a responsabilidade da Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema).

Ainda para melhorar a mobilidade urbana, o Governo do Amazonas está construindo os anéis viários Sul e Leste que permitirão uma ligação direta entre o Distrito Industrial, o Aeroporto Eduardo Gomes e as rodovias AM-010 e BR-174.

você pode gostar também