Amazônia 360º News
Portal de notícias socioambientais

-publicidade-

Ufam cadastra voluntários do Amazonas para ajuda ao povo Yanomami

Podem participar voluntários da comunidade acadêmica, formada por técnicos, professores e universitários. Terra indígena enfrenta crise humanitária que levou à morte de crianças por desnutrição.

A Universidade Federal do Amazonas (Ufam) está cadastrando voluntários da comunidade acadêmica, formada por técnicos, professores e universitários, para ajuda ao povo Yanomami. Na parte de Roraima, a terra indígena enfrenta uma crise humanitária que levou à morte de crianças por desnutrição.

A Terra Indígena Yanomami abrange os estados do Amazonas e Roraima. No Amazonas, a região ocupa parte do território de São Gabriel da Cachoeira, cidade mais indígena do país.

Roraima detém a maior parte da terra indígena e enfrenta um problema comum na região amazônica, o garimpo ilegal, apontado como uma das causas da crise humanitária.

O cadastro online de voluntários foi criado pelo governo federal, que decretar Emergência em Saúde Pública de Importância Nacional (Espin) na região.

Os voluntários convocados vão apoiar a Força Nacional do Sistema Único de Saúde (FN-SUS).

Quem for convocado prestará atendimento direto aos pacientes que estão na Casa de Saúde Indígena (Casai) Yanomami e assistência no hospital de campanha do Exército. A equipe é composta por médicos, enfermeiros e nutricionistas que atuarão de acordo com suas especialidades.

Cadastro

O cadastro é feito em um formulário disponível na internet, neste link.

De acordo com a Ufam, o cadastro é permanente e há a possibilidade de convocações em eventuais futuras missões.

você pode gostar também