Amazônia 360º News
Portal de notícias socioambientais

-publicidade-

Teclado digital inclui caracteres de mais de 40 línguas indígenas

Criado por jovens brasileiros, equipamento ajuda na escrita e sobrevivência das línguas nativas da Amazônia

 

A língua oficial do Brasil é o português. Mas nosso país tem mais de cem línguas, faladas por aqui muito antes da chegada dos colonizadores. São as línguas indígenas, parte fundamental da cultura dos povos originários que precisa ser preservada – e praticada!

“No Amazonas temos mais de 52 línguas vivas e muitos desconhecem essa riqueza linguística. Muitas dessas línguas contam com poucos falantes, algumas centenas ou milhares, e possuem aspectos interessantíssimos”, conta Samuel Benzecry, jovem amazonense que estuda na Universidade de Stanford, nos Estados Unidos.

Samuel e Juliano Portela, estudante do ensino médio em Manaus, desenvolveram juntos uma tecnologia que vai ajudar a indígenas e não indígenas a escrever, ensinar e preservar as línguas dos nossos povos originários.

O teclado digital Linklado, disponível gratuitamente na Play Store e na Windows Store, em uma versão adaptada para computadores, inclui caracteres especiais e diacríticos que formam o vocabulário de mais de 40 línguas indígenas da Amazônia, entre elas a Tikuna, a mais falada no Brasil.

O software traz os caracteres ʉ, ɨ, ñ, ç̀, g̃, por exemplo, além da combinação de diacríticos (sinais gráficos `,´, ~, ^, ¨) que não estão presentes na maioria dos teclados físicos e virtuais.

Sem este recurso, os indígenas eram obrigados a se comunicar por meio de áudios ou usando substitutos para esses caracteres, o que representa uma ameaça à continuidade das línguas nativas.

Samuel explica que a morte de várias dessas línguas é causada causada por glotocídio, que é a marginalização de uma língua em favor de outra. “O ‘Linklado’ seria uma forma de manter essas línguas vivas”, afirma.

“Aparelhos Androides podem ser postos na língua Kaingang ou Nheengatu, mas isso não resolve o problema de línguas que utilizam sinais diacríticos como ü̃, muito usado na Tikuna, que é a língua indígena mais falada no Brasil”, exemplifica.  O estudante acrescenta que já existiam teclados adaptados para línguas indígenas mexicanas, contudo eles não contemplam os caracteres usados pelas línguas indígenas da Amazônia.

 

Saiba mais: https://ciclovivo.com.br/inovacao/tecnologia/teclado-digital-inclui-caracteres-de-mais-de-40-linguas-indigenas/


Por Natasha Olsen

 

você pode gostar também