Amazônia 360º News
Portal de notícias socioambientais

-publicidade-

Governo do Amazonas avança com o Prosamin+ e realiza novos reassentamentos

Famílias das comunidades da Sharp e Manaus 2000 serão beneficiadas com novas moradias.

As equipes técnicas da Unidade Gestora de Projetos Especiais (UGPE) e da Superintendência de Habitação (Suhab) do Governo do Amazonas reuniram-se, nesta sexta-feira (13/01), para discutir e preparar as novas etapas de reassentamento que irão ocorrer nas comunidades da Sharp, na zona leste, e Manaus 2000, na zona sul. As áreas fazem parte do perímetro de obras do Programa Social e Ambiental de Manaus e Interior (Prosamin+), executado pela UGPE.

A reunião foi realizada na sede da UGPE, na rua Jonathas Pedrosa, Centro. A grande preocupação é com o período de chuva e, por causa disso, a meta é avançar ainda mais com o reassentamento das famílias que vivem nas áreas de maior risco de alagação. A Suhab já realizou o reassentamento de 163 famílias da Comunidade da Sharp e os recursos investidos em indenizações somam aproximadamente R$ 3,2 milhões.

O coordenador executivo da UGPE, engenheiro civil Marcellus Campêlo, disse que as obras e as etapas do programa seguem o cronograma estabelecido, mas há a preocupação de avançar o máximo possível, para evitar os problemas de alagação. “Com o Prosamin, o governo do Estado está resolvendo, de forma definitiva, um problema de décadas, que se arrastou por várias gestões e que tirou o sono de muitas famílias que ali vivem”, afirmou.

O diretor-presidente da Suhab, Jivago Castro, explica que, no processo de reassentamento, é analisada a melhor solução de moradia para cada família. “O governador Wilson Lima determinou a retirada das famílias que sofrem constantemente com os alagamentos na área de risco, principalmente nessa época de fortes chuvas. Por isso, estamos trabalhando para realizar novos reassentamentos nos próximos dias e resolver esse problema de anos”, explicou.

Em outubro do ano passado, foi realizado o primeiro pagamento às famílias reassentadas pelo Prosamin+. O segundo foi no início de dezembro. No total, foram convocadas 619 famílias para abrir seus processos junto à Suhab, sendo 434 da Comunidade da Sharp e 185 da Manaus 2000.

Ao longo de sua implantação, o Prosamin+ vai reassentar 2.580 famílias que moram em imóveis localizados na envoltória de obras do novo Prosamin+ – sendo 2.326 na Comunidade da Sharp, 185 na Manaus 2000 e 69 no Conjunto Industriário. Esses imóveis, já cadastrados, estão aptos para o processo de desapropriação e reassentamento, ao longo da realização das obras.

O reassentamento das famílias do Prosamin+ é realizado pela Suhab. O beneficiário, após a entrega de toda a documentação, passa pelo  processo de entrevista socioeconômica para identificar qual a melhor solução de reposição de moradia. Existem as opções de indenização, bônus-moradia, auxílio-moradia, bolsa moradia transitória, unidade habitacional e fundo de comércio.

você pode gostar também