Amazônia 360º News
Portal de notícias socioambientais

-publicidade-

Garantido analisa pedido de afastamento de Antônio Andrade

Grupo de sócios abriu representação contra atual diretoria que não prestou contas ao Conselho Fiscal desde que assumiu

Sócios do boi-bumbá Garantido realizam, neste domingo (10), assembleia extraordinária com o objetivo de analisar a prestação de contas da atual gestão da agremiação relativas ao ano de 2021 e o pedido de afastamento do presidente Antônio Andrade e de toda a diretoria atual. A assembleia vai começar analisando a prestação de contas da atual gestão que não vem sendo feita deste o início do mandato de Andrade, em outubro de 2020. O assembleia foi convocada pelo Conselho Fiscal da agremiação.

Trabalho vai ter também o Conselho de Ética do Garantido que recebeu representação formal denunciando a “situação de caos e de paralisia na administração e nas finanças na entidade de interesse social” e usa informações prestadas pelo colegiado fiscalizador de que a diretoria não vem prestando contas desde o início da gestão, em outubro de 2020.

A representação está assinada pelos advogados Nayara Caldas Hoff Homem e Paulo Adalto Costa de Almeida, representando o grupo de sócios que promove o levante contra Antônio Andrade.

Saída coletiva

A crise dentro do boi da baixa do São José se instalou ainda no festival quando, na tarde do último dia do evento, o levantador Sebastião Júnior afirmou, durante a passagem de som dentro da arena do bumbódromo, que seria a última apresentação dele como integrante do boi.

Com o resultado negativo, que culminou na perda do título do festival de 2022, as saídas foram se alastrando com os levantadores David Assayag e Edilson Santana anunciando seus desligamentos. Ainda no dia da apuração, o presidente Antônio Andrade anunciou, em rede social, que havia pedido que todos os diretores, coordenadores e ocupantes em cargos de chefia dispusessem seus cargos para a diretoria.

A última declaração contundente contra gestão de Antônio foi da porta-estandarte Daniela Tapajós. Na última terça-feira (5), ela usou as redes sociais para anunciar a saída do posto como item individual feminino. E foi além, disse ter sofrido machismo e pressão psicológica, principalmente no último ano, em que participou do Festival de Folclórico de Parintins pela associação. Citou diretamente membros da extinta Diretoria Geral de Espetáculo (DGE), dizendo que “destruíra, enganaram e mentiram sem o menor pudor” aqueles a quem ela chamou de “machos escrotos”.

Sem espaço para Antônio e Sabá

Na última segunda-feira (4), o levantador Sebastião Júnior foi para as redes sociais e atacou diretamente o presidente Andrade desmentindo a declaração do gestor do boi Garantido de que ele (Sebastião) queria ser o único apresentador atuando dentro da arena. Com as declarações, Sebastião mostrou que não há mais espaço para os dois permanecerem juntos dentro do boi da baixa do São José. Onde estará Sabá não poderá ficar Antônio Andrade, e vice-versa.

A assembleia extraordinária acontece às 9h30, com a primeira chama, ou 10h, em segunda chamada, na Cidade Garantido, sede da agremiação, em Parintins.


Fonte: BNC

você pode gostar também