Amazônia 360º News
Portal de notícias socioambientais

-publicidade-

Atuação de agentes da Força Nacional na Base Fluvial Arpão irá continuar em 2023

Força Nacional atua na Base Arpão, no Amazonas, desde sua inauguração, em 2020

A atuação dos agentes da Força Nacional, fixados na Base Fluvial Arpão, irá continuar em 2023. A informação foi publicada na portaria nº271/2023, do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), na quinta-feira (05/01). Projeto inédito de combate ao narcotráfico e pirataria, a Base foi inaugurada pelo governador Wilson Lima, em 2020, e fica localizada no município de Coari (a 363 quilômetros de Manaus).

A portaria confirma a continuação, em caráter episódico e planejado, por 90 dias, de policiais da Força Nacional que atuam na Base Arpão desde sua inauguração, em agosto de 2020.

Conforme a portaria, o emprego dos agentes da Força Nacional colabora nas ações de combate ao crime organizado, ao narcotráfico e aos crimes ambientais, nas calhas dos rios Negro e Solimões, no Amazonas, em atividades e serviços imprescindíveis à preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio.

Mensalmente, mais de 170 agentes do Sistema de Segurança Pública são treinados e enviados para atuarem em ações policiais no interior do Amazonas. Parte do efetivo é enviada para a Base Arpão, entre policiais militares, civis, além do efetivo do Corpo de Bombeiros, perícia criminal, Força Nacional e Marinha do Brasil. As equipes ficam no local por 30 dias. No mês seguinte, o efetivo é substituído.

Hórus

Ao longo do ano passado, a Operação Hórus/Fronteira Mais Segura, que é uma parceria entre o MJSP e a Secretaria de Estado de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), gerou R$ 421 milhões de prejuízo ao crime.

Em 2022, a operação contabilizou a apreensão de 28 toneladas de drogas, 217 armas de fogo, R$ 170 mil de dinheiro em espécie e mais de 7 mil munições, além da prisão em flagrante de 426 pessoas por ilícitos praticados.

Base Arpão

Coordenada pelo Governo do Amazonas, por meio da SSP-AM, as ações da Base Fluvial Arpão fazem parte da Operação Hórus/Fronteira Mais Segura. Em 2022, a Base causou o prejuízo de mais de R$ 51 milhões ao crime.

A Base atua na calha do rio Solimões e integra as ações de combate à criminalidade no interior do estado.

De janeiro a dezembro de 2022, os agentes da Base Arpão apreenderam 3,5 toneladas de entorpecentes, 21 toneladas de pescado ilegal, 13 embarcações, 24 armas de fogo e 1,7 mil munições, além de efetuar a prisão em flagrante de 106 pessoas.

você pode gostar também