Amazônia 360º News
Portal de notícias socioambientais

-publicidade-

Alegria e diversão marcam o 1º grito de Carnaval de pessoas idosas assistidas pela Sejusc

O evento contou com cerca de 600 participantes.

O Carnaval deve ser uma festa divertida e inclusiva, pensando nisso, a Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc) promoveu, na sexta-feira (20/01), o primeiro grito de Carnaval com os idosos assistidos pela Secretaria Executiva Adjunta dos Direitos da Pessoa Idosa (Seadpi). O evento ocorreu na quadra da Escola de Samba Reino Unido da Liberdade, na zona sul de Manaus, e reuniu cerca de 600 idosos.

Promovendo a cidadania e integração das pessoas idosas, o evento teve bandas de Carnaval, marchinhas e atividades de lazer, como concurso do samba de abertura do carnaval oficial de 2023, e da eleição dos destaques, além do Rei Momo, rainha da bateria, rei de Carnaval, e mestre sala e porta-bandeira.

Jussara Pedrosa, secretária titular da Sejusc, pontua que o evento é apenas o início dos trabalhos da pasta neste ano. “Esse é o meu primeiro grande evento, um evento maravilhoso principalmente após a pandemia, então eu me sinto muito feliz por ser o primeiro que eu participo como secretária da Sejusc. E digo que na nossa secretaria o idoso tem vez, o governador preza por isso, e vamos fortalecer essa área”, assinala a secretária.

A secretária executiva da Seadpi, Luciana Andrade, reforçou a importância do evento para a comunidade idosa. “Já passaram por aqui mais de 600 pessoas idosas. Nós estamos muito felizes, porque é um evento que agrega tanto a qualidade de vida, como inclusão e divertimento. É uma atividade que reluz vida saudável e isso é muito importante”, reforça a secretária.

Participando do carnaval pela primeira vez com 65 anos, Vicencia dos Santos, comenta sobre a participação no evento. “Eu faço parte do projeto Idoso Ativo, então estamos aqui para prestigiar o evento. Eu tô muito feliz com a minha primeira vez, do carnaval e desfilando, ainda conseguiram roupa pra mim desfilar como rainha de bateria”, comentou a idosa.

você pode gostar também