Amazônia 360º News
Portal de notícias socioambientais

-publicidade-

-publicidade-B

Wilson Lima apresenta ações de socorro para municípios afetados com desabamento de pontes na BR-319

Após decreto de Situação de Emergência, Estado vai investir, inicialmente, R$ 1,5 milhão em assistência aos municípios de Careiro Castanho, Careiro da Várzea e Manaquiri

 

Wilson Lima destacou que toda a estrutura do governo foi acionada para prestar o apoio necessário aos moradores afetados pela interdição da BR-319, enquanto o Departamento Nacional de Trânsito (Dnit), responsável pela rodovia, reestabelece a trafegabilidade no local. Ele também assegurou que a prioridade com a aquisição dos alimentos é a segurança alimentar dessas pessoas.

“O objetivo principal é garantir segurança alimentar. Esses produtos serão destinados às famílias dos alunos e também para as instituições já cadastradas nas nossas secretarias que cuidam da questão social, que atendem famílias em condição de vulnerabilidade social”, afirmou Wilson Lima em coletiva de imprensa em que também participaram secretários das pastas envolvidas, no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), zona centro-sul de Manaus.

Entre os produtos que serão adquiridos estão abacaxi, hortaliças, mamão, macaxeira, açaí, laranja, limão, pitaia e outros. Três caminhões serão utilizados para o transporte das mercadorias, duas vezes por semana. A distribuição será feita por meio das secretarias de Assistência Social (Seas), e de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc); além do Fundo de Promoção Social (FPS).

O governador também anunciou a suspensão do pagamento de parcelas relativas a financiamentos junto à Agência de Fomento do Amazonas (Afeam), para pequenos produtores e comerciantes da região.

“Eles só vão voltar a pagar essas parcelas em janeiro do ano que vem. São aproximadamente 800 operações naquela área (equivalente a R$ 7 milhões). E a gente continua com as nossas linhas de financiamento para quem necessitar, colocando condições diferenciadas para essas pessoas, por conta do decreto de Situação de Emergência”, ressaltou.

Os beneficiários podem acessar o site www.afeam.am.gov.br, ou entrar em contato via WhatsApp no número (92) 3655-3061. Para o setor primário os clientes deverão procurar a Unidade Local do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam) no município, para a emissão do Laudo Técnico.

Educação

Para atender os estudantes da Escola Estadual Tancredo de Almeida Neves, que teve o funcionamento afetado com a queda das estruturas, a Secretaria de Estado de Educação e Desporto (Seduc) vai realizar a entrega de kits de merenda escolar pelo programa “Merenda em Casa”, que vai atender mais de 300 estudantes da rede estadual com cestas básicas, além das aulas remotas.

As entregas, que acontecerão no mesmo modelo adotado pelo governo durante a pandemia de Covid-19, com as entregas feitas aos estudantes em duas residências. Para dar total transparência ao processo, o Governo do Amazonas convidou o Ministério Público do Estado (MPE-AM) para acompanhar às entregas.

As atividades pedagógicas da unidade estão ocorrendo de forma remota, orientadas e monitoradas pelo corpo docente, por meio de aplicativos de mensagem e grupos montados com pais e alunos para a manutenção do calendário escolar, sem prejuízos para os estudantes.

Saúde

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM) montou fluxos especiais para o transporte de pacientes de Autazes, Careiro Castanho e Manaquiri tanto classificados como casos graves, quanto sem risco e que precisem de atendimento em Manaus

O Estado disponibilizou UTI Aérea para o transporte de pacientes considerados graves e o acionamento do serviço será feito pelos municípios via Sistema de Regulação no Sistema de Transferências de Emergências Reguladas do Estado. Até este sábado, apenas o município de Autazes havia solicitado apoio para a remoção de pacientes por UTI aérea.

Para os pacientes não graves há uma logística que envolve transporte terrestre e fluvial.

Estrutura

O governador destacou que, desde o início dos acidentes, o Estado criou um Comitê de Resposta Rápida, coordenado pela Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM) e composto por órgãos estaduais e federais, para organizar o resgate de vítimas e atendimentos de feridos e familiares.

Por meio da Defesa Civil, seis embarcações foram disponibilizadas, sendo duas para travessia Ceasa/Porto Careiro da Várzea; duas para a travessia do Rio Curuçá; e duas para a travessia Rio Autaz Mirim.
Ele também lembrou que foram montadas estruturas de tendas para abrigo das equipes que trabalham no local e moradores que precisam realizar a travessia; e que a Companhia de Saneamento do Amazonas está atendendo a população com água tratada, envasada na Fábrica de Água da Cosama em Manaquiri.

Wilson Lima ainda frisou que, caso o Dnit não consiga retomar o mais breve possível a trafegabilidade da BR-319, o Estado pode oferecer suporte para garantir o transporte aos pequenos produtores, para que não tenham tantos prejuízos e reforçou que todas as medidas que estão sendo adotadas têm passado pela Procuradoria Geral do Estado (PGE-AM), com o conhecimento dos órgãos de controle.

A Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados e Contratados do Amazonas (Arsepam) integra a força-tarefa auxiliando no serviço público de transporte rodoviário intermunicipal de passageiros e coibindo a cobrança abusiva no preço da passagem. Uma operadora regular está realizando viagens para o Careiro Castanho, tendo nove ônibus em uma margem da via; e quatro na outra.

você pode gostar também