Amazônia 360º News
Portal de notícias socioambientais

-publicidade-

-publicidade-B

Suframa discute mineração sustentável na Amazônia

 

 

Em prosseguimento ao projeto “Amazônia 2040: cenários prospectivos e agenda estratégica para o Desenvolvimento”, a Suframa promove na manhã da próxima quarta-feira (5), no auditório da Autarquia, o “Fórum de Mineração Sustentável”. As inscrições estão disponíveis pelo link: https://doity.com.br/mineracao2040/inscricao.

O evento será realizado na modalidade híbrida, com a finalidade de reunir especialistas e representantes do setor para abordar as atuações e necessidades de cada um, tendo como objetivo a definição de soluções em questões como Recursos Humanos, Pesquisas Aplicadas, Indústrias de Apoio e Cadeia de Fornecedores.

O superintendente da Suframa, Algacir Polsin, destaca que a atividade enfatiza a necessidade da ampliação do debate sobre a exploração das riquezas do solo brasileiro, com ênfase em pressupostos como a segurança e previsibilidade, a preservação e recuperação de áreas, além da preocupação com o bem-estar das comunidades.

Na programação estão agendadas palestras com representantes de empresas e instituições como: Organização Mineronegócio; Serviço Geológico do Brasil (CPRM); Fundação Gorciex; Secretaria Executiva de Mineração, Energia, Petróleo e Gás; Mineração Taboca; Geoscan e Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social.

Amazônia 2040

No esforço de intensificar sua contribuição ao desenvolvimento sustentável da Região Amazônica, a Suframa aderiu ao projeto “Cenários BRASIL 2040”, criado pela Associação Nacional dos Servidores da Carreira de Planejamento e Orçamento (Assecor) e Universidade Católica de Brasília (UCB). Desta forma, está organizando o “Projeto Amazônia 2040: cenários prospectivos e agenda estratégica para o Desenvolvimento”, com o objetivo de estudar e construir cenários para o país e estratégias para o futuro da Amazônia.

Desde agosto, a Autarquia tem promovido fóruns de debate acerca de temas estratégicos com o objetivo de construir soluções que impactem na redução das desigualdades regionais e na melhoria da qualidade de vida da população, como: Bioeconomia, Fertilizantes, Melhoria de Ambientes de Negócios e Startups.

você pode gostar também