Amazônia 360º News
Portal de notícias socioambientais

-publicidade-

Sebastião Salgado defende ‘paz com meio ambiente’

Por Jamil Chade /Uol

O fotógrafo brasileiro Sebastião Salgado usou neste domingo a abertura do Fórum Ecônomico Mundial para pedir “solidariedade” aos líderes mundiais, apontando que a pandemia deve servir como uma lição de como a comunidade internacional precisa buscar viver.

O evento que tradicionalmente ocorre em janeiro em Davos está sendo realizado, neste ano, por video conferência.

Salgado foi premiado pelo Fórum por sua arte, mas também por seu papel positivo na sociedade. Para os organizadores, suas fotos têm “provocado um debate sobre a condição humana”.

Sebastião Salgado ao lado de uma fotografia da sua série “Gênesis” (Imagem/Deutschland.de)

Questionado sobre qual seria sua mensagem a líderes, ele insistiu na necessidade de uma transformação. “O mais importante para a comunidade humana pelo mundo é a solidariedade”, disse. “Os valores de nossa sociedade não são intelectuais ou materiais. Mas são valores essenciais como comunidade, solidariedade e amor”, disse. “São os valores que nossa mãe nos ensina. Mãe não ensina egoísmo”, afirmou.

Sua mensagem ainda foi permeada por uma preocupação ambiental. “Podemos viver todos dentro de um planeta protegido. Podemos viver em paz com o meio ambiente”, disse.

Apontando para a “humildade” como maior qualidade, Salgado insistiu na necessidade de se manter a esperança e aposta que a atual crise deverá servir como forma de garantir que a humanidade possa “viver melhor”.

Imagem capa: Kai Pfaffenbach/Reuters

você pode gostar também