Amazônia 360º News
Portal de notícias socioambientais

-publicidade-

Ponte da avenida Senador Raimundo Parente será liberada para os veículos no final deste mês

No final deste mês de junho, o fluxo de veículos na ponte da avenida Senador Raimundo Parente, no bairro Flores, zona Centro-Sul, será liberado e terá a trafegabilidade restabelecida. As obras foram vistoriadas pelo prefeito David Almeida, que enfatizou o avanço na implantação da nova estrutura de concreto armado, mais ampla e mais moderna.

“Estamos avançando na implantação da nova ponte, nessa avenida tão importante para o fluxo de veículos na nossa cidade. Esse trabalho está sendo realizado pelos serviços da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), para garantir segurança à nossa população. Essa ponte era um problema antigo e estamos dando uma solução definitiva para esse trecho”, enfatizou Almeida.

As lajes e o tabuleiro do novo equipamento já foram todos concretados e agora a equipe de engenharia aguarda apenas o tempo de cura do concreto, para que o material possa adquirir resistência. Em seguida, será feito o serviço de aterro e a pavimentação, com sete centímetros de asfalto, além da sinalização, para que o fluxo de veículos possa ser liberado na ponte, com total segurança.

O titular da Seminf, Renato Júnior, acompanha os trabalhos no local e afirma que o fluxo de veículos será logo liberado, evitando assim, transtornos aos moradores e condutores de veículos que circulam pela região.

“A nova ponte, toda em concreto, será liberada entre os dias 25 e 30 deste mês. Intensificamos os trabalhos nesta que é mais uma obra de qualidade construída na gestão do prefeito David Almeida, uma ponte nova, com muito mais durabilidade, resolvendo o problema de forma definitiva. É o compromisso da gestão do prefeito David com a nossa população”, afirmou o secretário.

Toda a antiga estrutura do gabião (tipo de fundação da ponte antiga) foi substituída. No total, 72 estacas foram implantadas e, em seguida, feita uma cortina de contenção, implantação das vigas longarinas e transversinas e a concretagem do tabuleiro, com lajes pré-moldadas.

As obras iniciaram no dia 17/3 deste ano, após a estrutura da ponte ser comprometida devido às fortes chuvas. A antiga ponte foi demolida e a equipe de obras removeu o antigo gabião. O igarapé foi desobstruído e, em seguida, uma passarela foi construída para garantir a acessibilidade. Após os levantamentos topográficos realizados, o projeto executivo foi elaborado.

A ponte que tinha 8 metros, agora possui 16 metros e está 1,5 metro mais alta, para que a água do igarapé possa passar sem provocar alagação, mesmo em dias de chuva. Em toda a margem do igarapé será implantada bolsacreto (método de contenção todo feito em concreto ensacado para evitar erosões nas margens do igarapé), para substituir o gabião existente que se encontra comprometido.

você pode gostar também