Amazônia 360º News
Portal de notícias socioambientais

-publicidade-

-publicidade-B

Maior árvore da Amazônia é alcançada por cientistas brasileiros

Três anos após sua descoberta e uma série de tentativas, pesquisadores finalmente se encontram com a maior árvore da Amazônia

 

Por Rodilei Morais


Três anos após sua descoberta, cientistas brasileiros chegam à maior árvore conhecida na Amazônia. Localizado entre os estados do Pará e Amapá, o espécime havia sido identificado por imagens de satélite e tem 88,5 metros de altura.

A árvore é um Angelim Vermelho (de nome científico Dinizia excelsa) e está localizada na Reserva de Desenvolvimento Sustentável do Rio Iratapuru. Uma viagem de 13 dias, que percorreu 250 quilômetros por barco e mais 20 a pé, foi necessária para chegar até o local.

Desde 2019, outras quatro expedições foram realizadas na região, encontrando várias árvores gigantes mas não chegando à recordista em altura. Desta vez, a equipe de pesquisa, que contou com 19 pessoas, pôde acampar sob a árvore e coletar amostras de folhas e solo para análises futuras.

Diego Armando Silva, engenheiro da Universidade Federal do Amapá, estima que a árvore tenha de 400 a 600 anos. Ele e os demais cientistas esperam agora entender como esta área tem tantas árvores de porte tão grande e quanto carbono elas conseguem armazenar.

Diego ressaltou a importância destas árvores, especialmente frente ao cenário de desmatamento que vem ocorrendo na região. Nos últimos três anos, a taxa anual de desmatamento na Amazônia cresceu 75% em relação à década passada.

Fonte: ScienceAlert

Trending no Canaltech:

você pode gostar também