Amazônia 360º News
Portal de notícias socioambientais

-publicidade-

ICMBio apresenta 40 trabalhos sobre fogo no Wildfire

O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) apresentará 40 trabalhos durante a sétima edição da Conferência Internacional sobre Incêndios Florestais (Wildfire), que acontecerá em Campo Grande (MS), de 28 de outubro a 1 de novembro. O material é fruto do trabalho desenvolvido ao longo dos anos do ICMBio, que tem usado o fogo como técnica de prevenção aos incêndios florestais nas unidades de conservação. É a primeira vez que a conferência acontece no Brasil, e o tema da sétima edição será “Frente a frente com o fogo em um mundo em mudanças: redução da vulnerabilidade das populações e dos ecossistemas por meio do Manejo Integrado do Fogo”. O evento reunirá profissionais de todas as nacionalidades, com o objetivo de trocar conhecimentos ligados ao manejo do fogo e ao controle de incêndios florestais. As incrições para participar da Conferência continuam abertas, acesse aqui.

Cooperação internacional
O ICMBio é um dos organizadores do Wildfire. A Conferência promove cooperação internacional e ajuda humanitária, consolidando a Estratégia Global para gerenciamento de incêndios e manejo do fogo. O evento também abre espaço para que empresas, instituições de pesquisa e especialistas exponham novas tecnologias, produtos e métodos para manejo do fogo e controle de incêndios florestais. O encontro terá como temas o Papel/Contribuição da Sociedade Civil no Manejo Integrado do Fogo (MIF); Conceitos do MIF para a Promoção e Estabilização de Ecossistema Resilientes; Contribuição do MIF para a Mitigação de Impactos Secundários; Avanços Tecnológicos na Prevenção e no Combate aos Incêndios Florestais e MIF como elemento chave de Políticas de Gestão de Incêndios Florestais.

A Conferência Internacional sobre Incêndios Florestais ocorreu pela primeira vez em 1989, em Boston, EUA. Já a segunda edição da conferência foi em 1997 em Vancouver no Canadá. A última foi em 2015 em Pyeongchang, na Coréia do Sul. O objetivo geral de todas as conferências é facilitar a troca de conhecimento e de experiências sobre incêndios florestais relacionadas com políticas públicas, pesquisa, manejo do fogo, além de promover um fórum internacional para fortalecer as habilidades individuais das nações na redução dos impactos dos incêndios florestais sobre a vida humana e o meio ambiente.

Foto: Marcelo Motta/ICMBio

você pode gostar também