Amazônia 360º News
Portal de notícias socioambientais

-publicidade-

-publicidade-B

FAS prorroga inscrições do concurso nacional ‘Desafio Amazônia Viva’

 

A Fundação Amazônia Sustentável (FAS) prorrogou até 30 de setembro as inscrições para o concurso “Desafio Amazônia Viva”, que incentiva a criação de conteúdos digitais em prol da conservação da floresta amazônica. Os ganhadores receberão os prêmios de R$ 2,5 mil para o 1º lugar, R$ 1,5 mil para o 2º e R$ 1 mil para o 3º classificado. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas no link: https://fas-amazonia.org/desafioamazoniaviva/.

O objetivo é selecionar o melhor meme em formato de imagem/ arte ou reels (vídeos de até 1 minuto e 30 segundos) com temáticas que envolvam o debate sobre queimadas, desmatamento zero, garimpo ilegal e cidade limpa. O critério de escolha dos ganhadores será o engajamento que cada competidor fará em sua rede social, considerando a maior quantidade de curtidas e compartilhamentos.

Podem concorrer pessoas de qualquer parte do Brasil e o participante poderá enviar quantos conteúdos desejar, porém só será premiado uma única vez, entre todas as artes/ vídeos enviados. O conteúdo deve ser inédito e não ter sido previamente publicado em nenhuma mídia impressa, online ou TV. O regulamento completo está disponível em: https://abre.ai/e5je.

“A Amazônia vive um dos momentos mais difíceis de sua existência, assim como seus habitantes, em especial os povos da floresta. O objetivo da nossa programação é mostrar ao Brasil que temos muitos conhecimentos e potencial para ajudar na recuperação e conservação de nossa dignidade”, destaca o superintendente geral da FAS, Virgilio Viana.

Sobre a FAS

Fundada em 2008 e com sede em Manaus (AM), a Fundação Amazônia Sustentável (FAS) é uma organização da sociedade civil e sem fins lucrativos que dissemina e implementa conhecimentos sobre desenvolvimento sustentável, contribuindo para a conservação da Amazônia. A instituição atua com projetos voltados para educação, empreendedorismo, turismo sustentável, inovação, saúde e outras áreas prioritárias. Por meio da valorização da floresta em pé e de sua sociobiodiversidade, a FAS desenvolve trabalhos que promovem a melhoria da qualidade de vida de comunidades ribeirinhas, indígenas e periféricas da Amazônia.


Imagem: Cristie Sicsú

você pode gostar também