Amazônia 360º News
Portal de notícias socioambientais

-publicidade-

-publicidade-B

Espetáculo amazonense recebe 8 indicações em prêmio nacional

 

O espetáculo amazonense “Cabelos Arrepiados” obra da Companhia de Teatro Buia, recebeu 8 indicações para 21ª edição do Prêmio Cenym de Teatro Nacional, um dos maiores eventos, a reconhecer os destaques anuais da dramaturgia brasileira.

A 21ª edição do Prêmio Cenym de Teatro Nacional, também se encantou pela ópera de câmara amazonense dedicada à infância, e evento concedeu 8 indicações à obra. A honraria é entregue pela ATEB – Academia de Artes no Teatro do Brasil, em reconhecimento à excelência dos profissionais mais proeminentes do teatro brasileiro. O resultado da premiação será conhecido em 22 de novembro.

“Cabelos Arrepiados” concorre nas categorias: Melhor Grupo de Teatro, Figurino, Iluminação, maquiagem e visagismo, efeitos sonoros, preparação corporal, execução de som ou sonoplastia e adereços e objetos de cena. A votação é realizada por membros da ATEB, composta por atores, atrizes, diretores, coreógrafos, figurinistas, críticos e outro profissionais em atividades nos palcos de todo o país.

A atriz, figurinista e artista visual Maria Hagge, indicada ao prêmio em duas categorias: melhor Figurino; melhor adereços e objetos de cena, comemora a sua indicação: “Uma alegria muito grande, ver o trabalho do Buia Teatro ser reconhecido nacionalmente, essas indicações dão um gás para que possamos seguir firme na labuta, o nosso ofício não é fácil. Essas indicações só provam que o teatro produzido no norte do país é potente e tem muita qualidade técnica e artística.”

Sobre a obra indicada

A ópera de câmara infantojuvenil Cabelos Arrepiados, com texto de Karen Acioly e direção de Tércio Silva, conta a história de cinco crianças que não conseguem dormir. Ao mesmo tempo que enfrentam os efeitos da privação de sono e de sonhos, elas refletem sobre temas como amizade, o diálogo com os pais e os perigos do consumismo e da destruição do meio ambiente.

Sobre a Cia.

O Buia Teatro, de Manaus, foi criado em 2015 pelas mãos do diretor, produtor e cenógrafo Tércio Silva e pela atriz, figurinista e artista visual Maria Hagge. De lá para cá, a assinatura deste grupo ganhou marca de pesquisa, experimentações e representatividade da Cultura Infância de qualidade do norte do país. A companhia já circulou por vários estados brasileiros, entre eles: São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Santa Catarina, Belo Horizonte e outros.

você pode gostar também