Amazônia 360º News
Portal de notícias socioambientais

-publicidade-

-publicidade-B

Campanha “Eu voto na Amazônia Viva” impacta mais de duas milhões de pessoas

Iniciativa visa conscientizar os eleitores sobre a importância de votar em propostas que priorizem a região amazônica e seus povos

A campanha “Eu Voto na Amazônia Viva”, iniciativa apartidária com o objetivo de conscientizar a população para votar em candidatos que tenham propostas em prol da conservação da floresta amazônica, alcançou, até o final de setembro, mais de duas milhões de pessoas por meio de ações de mobilização e engajamento em quatroestados. A campanha completa está disponível no site euvotonaamazoniaviva.org 

O movimento faz parte do projeto “Amazônia nas Eleições 2022”, realizado pela Fundação Amazônia Sustentável (FAS) com apoio do Instituto Clima e Sociedade (iCS), e em parceria com coletivos e organizações socioambientais brasileiras. As ações de comunicação tiveram início em junho, no Dia do Meio Ambiente, e seguem até o início de 2023, reforçando a mensagem de envolvimento cidadão no acompanhamento dos planos de governo que estarão em vigor nos próximos mandatos.  

Entre as atividades realizadas estão a divulgação da pesquisa de opinião com o eleitorado amazônida,  concursos culturais, oficinas de engajamento, ações com distribuição de material informativo, atividades de mobilização e a divulgação de vídeos e posts para inspirar os eleitores que defendem a Amazônia a escolherem candidato que apoiem e valorizem a proteção da região e de seus povos. 

As ações presenciais ocorreram em quatro estados da Amazônia Legal: Amazonas, Acre, Amapá e Maranhão, e atingiram mais de 20 mil pessoas. 

Nas redes sociais foram mais de 250 posts e 40 vídeos de conscientização para o voto e combate à desinformação que foram visualizados por mais de 220 mil perfis. As campanhas também engajaram dez organizações socioambientais, como o Comitê Chico Mendes e o Instituto Vero e o Instituto Democracia e Sustentabilidade (IDS Brasil). 

“Trabalhamos em duas frentes nessas campanhas: o combate às mentiras, que ameaçam a democracia e espalham a desinformação, e a sensibilização para um voto consciente, que priorize a Amazônia e a defesa dos direitos de seus povos”, diz Victor Salviati, superintendente de desenvolvimento institucional e inovação da FAS. O balanço da campanha, complementa Salviati, foi extremamente positivo pois alcançou-se mais de duas milhões de pessoas a partir das ações que permitiram o eleitorado a fazer uma escolha mais bem informado. 

Uma dessas pessoas é Raimundo Eloi que reside em Manaus há mais de 30 anos. O eleitor acredita que a conservação da Amazônia passa pelo voto. “Muita gente vem de fora não para construir, mas para destruir a nossa Amazônia, por isso nós temos que procurar preservar e educar as pessoas para isso, principalmente os jovens. Temos que votar em pessoas nas eleições que saibam dar valor à vida da população”, disse o morador. 

Entre as atividades da campanha, pode-se destacar também a divulgação nos meios de comunicação  e a distribuição de adesivos com a frase “Eu Voto na Amazônia Viva”. Só em Manaus, o adesivo foi distribuído para mais de 20 mil pessoas em locais estratégicos.  

Concursos culturais 

Outro destaque da campanha “Eu Voto na Amazônia Viva” é a realização de dois concursos culturais com o objetivo de incentivar a criação de conteúdos digitais voltados para a temática da conservação ambiental e combate à desinformação. O primeiro foi o “Hackaton Amazônia Viva” que envolveu estudantes de comunicação, o segundo é o  “Desafio Amazônia Viva”, aberto para todo o Brasil, que irá selecionar o melhor conteúdo digital em prol da conservação da floresta amazônica. 

Pesquisa de opinião 

A iniciativa também divulgou uma pesquisa de opinião com foco nas percepções do eleitorado dos nove estados da Amazônia Legal. Ao todo, 2824 pessoas foram entrevistadas pelo Instituto Action, em um levantamento inédito sobre como pensa o eleitorado amazônida. Entre os resultados, estão que 84,5% dos entrevistados concordam que a conservação da Amazônia precisa fazer parte do plano de governo dos candidatos à Presidência nestas eleições. Quase 80% acredita que o Brasil deve ter leis mais severas contra o desmatamento. Acesse o site e confira outros destaques da pesquisa. 

Sobre a FAS 

Fundada em 2008 e com sede em Manaus (AM), a Fundação Amazônia Sustentável (FAS) é uma organização da sociedade civil e sem fins lucrativos que dissemina e implementa conhecimentos sobre desenvolvimento sustentável, contribuindo para a conservação da Amazônia. A instituição atua com projetos voltados para educação, empreendedorismo, turismo sustentável, inovação, saúde e outras áreas prioritárias. Por meio da valorização da floresta em pé e de sua sociobiodiversidade, a FAS desenvolve trabalhos que promovem a melhoria da qualidade de vida de comunidades ribeirinhas, indígenas e periféricas da Amazônia. 

você pode gostar também