Amazônia 360º News
Portal de notícias socioambientais

-publicidade-

Aeroportos do Amazonas vão a leilão entre os dias 7 e 9 deste mês

Na semana da infraestrutura o governo federal realiza entre os dias 7 e 9 deste mês uma série de leilões de aeroportos, portos e ferrovia. No bloco Norte 1, estão os aeroportos de Manaus (foto), Tabatinga e Tefé, no estado do Amazonas.

A expectativa de investimento no bloco Norte é de R$ 1,4 bilhão, de acordo com reportagem da Agência Brasil.

Chamada de “Infra Week”, a expectativa é arrecadar R$ 10 bilhões em investimentos privados com as concessões pelo país. Estão na lista 22 aeroportos, a Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol), na Bahia, e cinco terminais portuários.

O Ministério da Infraestrutura prevê a geração de mais de 200 mil empregos, de forma direta, indireta e efeito-renda, ao longo dos contratos de arrendamento e concessões.

“No dia 7 de abril teremos o leilão de 22 aeroportos. É a mesma quantidade de todas as rodadas anteriores que já fizemos. De uma só vez. No dia 8 de abril a gente faz a Ferrovia de Integração Oeste-Leste. No dia 9, fazemos cinco terminais portuários”, explicou o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas.

Aeroportos 

Segundo o secretário nacional de Aviação Civil, Ronei Glanzmann, o resultado do leilão de 22 aeroportos pode representar mais de R$ 6,1 bilhões em investimentos.

O leilão será realizado no dia 7 e envolve projetos de longo prazo, com concessões de até 30 anos.  Os leilões de 22 aeroportos serão divididos em três blocos: Sul, Norte I e Central.

O bloco Sul é formado por nove terminais: Curitiba, Bacacheri, Foz do Iguaçu e Londrina (PR), Navegantes e Joinville (SC), e Pelotas, Uruguaiana e Bagé (RS). Sete compõem o bloco Norte I: Manaus, Tabatinga e Tefé (AM), Porto Velho (RO), Boa Vista (RR), e Rio Branco e Cruzeiro do Sul (AC).

Mais seis formam o bloco Central: Goiânia (GO), Palmas (TO), São Luís e Imperatriz (MA), Teresina (PI) e Petrolina (PE). O investimento total nos três blocos supera os R$ 6 bilhões, sendo R$ 2,8 bi no bloco Sul, R$ 1,8 bi no bloco Central e R$ 1,4 bi no bloco Norte.

Em um único dia, o governo vai repassar a mesma quantidade de terminais aeroportuários do que o total atualmente concedido (22).

Leia texto completo sobre infraestrutura na Agência Brasil
Foto: Jose Zamith de Oliveira Filho- Faquini/ Portal da Copa (10/09/2013)/Fotos Públicas
você pode gostar também